Novidades
Biblioteca
Mensagens
Fórum
Membros
SANJOTEC

Entrevista

SANJOTEC

SANJOTEC

Inaugurada em 2008 por iniciativa da Câmara Municipal de S. João da Madeira, com a colaboração da Associação do Parque de Ciência e Tecnologia do Porto (PortusPark), a Sanjotec é um Parque de Ciência e Tecnologia que proporciona à região os recursos necessários para o desenvolvimento de projetos empresariais de base tecnológica, nomeadamente em áreas como sistemas de informação, eletrónica, robótica e automação industrial.

Para além disso, a Sanjotec é também detentora de um ambiente propício à afirmação de projetos tecnológicos inovadores e de elevado potencial, estimulando, desta forma, uma cultura de aproximação entre as empresas e a comunidade científica, designadamente através de uma forte ligação ao ensino superior e tecnológico.

A disponibilização de formação especializada é outra das vertentes da atividade desenvolvida, em articulação e parceria com várias entidades, sejam universidades, sejam centros de formação empresarial.

“O acompanhamento e aconselhamento estratégico e o apoio à implementação de projetos está também entre as funções da Sanjotec”, refere Ricardo Oliveira Figueiredo, presidente da Direção da Sanjotec, frisando que é onde se dá uma particular atenção à internacionalização e à cooperação empresarial, com o intuito de promover e estabelecer redes de conhecimento que favoreçam o desenvolvimento económico.

Da Sanjotec fazem parte a Câmara Municipal de S. João da Madeira, a Universidade de Aveiro, o Centro Tecnológico do Calçado, a empresa Faurécia – Assentos para Automóveis, S.A, a Associação do Parque da Ciência e Tecnologia do Porto (PortusPark), o Clube de Empresários de S. João da Madeira e o CEDINTEC – Centro para o Desenvolvimento e Inovação Tecnológicos.

“Inovação é a palavra-chave”
A Fibrenamics e a Sanjotec assinaram a 22 de julho de 2015, um protocolo de cooperação que oficializa a ligação entre as duas entidades. A plataforma já dispunha de um espaço físico nas instalações do Centro Empresarial e Tecnológico de São João da Madeira desde maio desse mesmo ano, mas o momento simbólico de assinatura do protocolo só ocorreu em julho, inserido no programa de um workshop que as duas entidades promoveram em conjunto, nas instalações da Oliva Creative Factory.

“Incentivar uma relação de crescente proximidade entre as universidades e as empresas tem sido uma prioridade da Câmara de S. João da Madeira em matéria de promoção da economia local, assumindo-se a SANJOTEC como polo essencial para o desenvolvimento desse objetivo” salienta Ricardo Figueiredo, sendo esta uma estratégia que tem dado frutos, como foi o caso da ligação que, nesse âmbito, se estabeleceu e fortaleceu com a TecMinho, mais propriamente com a Plataforma Internacional Fibrenamics da Universidade do Minho, formalizada através de um protocolo de cooperação. No âmbito deste protocolo foi definida uma série de atividades a cumprir, desde a realização de seminários e workshops, a promoção do empreendedorismo, de formações avançada e de projetos de investigação, até ao desenvolvimento e inovação com parceiros empresariais da região.

“A presença da Fibrenamics em S. João da Madeira, através do seu polo na Sanjotec é importantíssima para a valorização e a transferência de conhecimento para o tecido empresarial da nossa região”, o que vai ao encontro da missão da TecMinho, assim como, em grande medida, da própria Sanjotec. “Daqui resultam significativas vantagens para o nosso tecido económico, nomeadamente ao nível da promoção da competitividade do concelho e da região, pois as nossas empresas passam a poder beneficiar de um elo privilegiado de ligação à comunidade científica. E este é, em muitos casos, um fator determinante para a modernização das empresas e para o desenvolvimento de projetos empresariais inovadores”.

“Neste momento, não só estamos a desenhar um conjunto de iniciativas ligadas à formação em torno do design de produto, mas também a desenvolver – em parceria com a Fibrenamics, a Universidade de Aveiro e o ISQ (Instituto de Soldadura e Qualidade) – um projeto ligado à área da transferência de tecnologia, assente numa metodologia inovadora. Mais uma vez a inovação é palavra-chave”, conclui Ricardo Oliveira Figueiredo.

Data: Setembro/2016
Entrevistado: Ricardo Figueiredo, Presidente da Direção - Sanjotec

Cookies

A Fibrenamics utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. A continuação da utilização deste website e serviços pressupõe a aceitação da utilização de cookies. Política de cookies.