Novidades
Biblioteca
Mensagens
Fórum
Membros
Inovação

15 jan 2016 Notícias

Inovação

Tags

Inovação

Artigo de opinião de Rui Martins – CEO da Inovafil

Todos nós nos interrogamos sobre o qual e como traçar o rumo para o futuro na Indústria Têxtil em PT, o caminho é um só, INOVAÇÃO.
Inovar, cujos muito significados redundam em criar algo de novo, algo diferenciador, reinventar o que existe ou o que já existiu, é algo muito mais amplo e abrangente quando devidamente interpretado.
Na IT esse processo já começou, iniciou-se em si própria pela capacidade de reinventar uma indústria por muitos vaticinada como uma Indústria tradicional, conotada como conservadora, estática, incapaz de sair do estigma de fazer o que lhe pedem ao mais baixo preço possível, logo condenada. Levantamo-nos das cinzas, talvez porque nós portugueses possuirmos genes inovadores, pois a nossa capacidade de inovar ao que no “desenrasque” diz respeito era sobejamente conhecida. A inovação desagua em valor, valor acrescentado que culmina em motivação. Agora compete-nos estruturá-la, para que esta faça parte da cultura, difundi-la nas organizações, para que inovar nos produtos, nos processos e nos serviços, continue a transformar os gestores e passe a ser a competência que “alimentará” as empresas.

O projeto Inovafil pretende ser e dar o seu contributo a este caminho, criado no setor da fiação, o mais crítico, de alto investimento e Know-how específico, nasce para fazer jus ao seu nome. Com o Inova no seu ADN, aporta investimento e conhecimento a um Layout moderno e versátil, um projeto novo que começou por readaptar mão-de-obra experiente, de lhe adicionar juventude, capacidade de trabalho, de a pulverizar com motivação e vontade de vencer. Hoje com tão pouco tempo de existência pretende afirmar-se no mercado, através de parcerias com Clientes, Fornecedores, Centros tecnológicos, Universidades, e de mais intervenientes. Organiza-se no sentido de Inovar de forma estruturada através da implementação, em paralelo, dos Sistemas de Gestão (ISO 9001) e SGIDI.

Tendo como foco o Cliente, pretende ser mais do que um simples parceiro, ser uma fonte de inspiração, através das suas coleções, criar soluções, transformando-se num membro, parte integrante dos processos de investigação e desenvolvimento de um mercado cada vez mais conhecedor e exigente.
Vencida a batalha, exige-se uma mudança de atitude aos órgãos políticos, decisores, que a apõem nas várias vertentes, abram-se os cursos técnicos e superiores, para que desta forma se resolva o presente e se proteja o futuro, pois não tenhamos quaisquer dúvidas que é neste campo que o jogo se decide.

Artigos Relacionados

“Materiais Compósitos Inteligentes” – Potencial de aplicação em soluções de engenharia

15 mai 2017 Notícias

“Materiais Compósitos Inteligentes” – Potencial de aplicação em soluções de engenharia

Artigo de opinião de Paulo Antunes Critical Materials S.A

Ler mais
Por um dia sem limitações severas impostas pelas gerações anteriores

28 jul 2021 Notícias

Por um dia sem limitações severas impostas pelas gerações anteriores

Artigo de opinião de Raul Fangueiro, Coordenador Fibrenamics - Universidade do Minho.

Ler mais

Cookies

A Fibrenamics utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. A continuação da utilização deste website e serviços pressupõe a aceitação da utilização de cookies. Política de cookies.