Novidades
Biblioteca
Menos resíduos industriais, mais materiais multifuncionais

22 dez 2021Notícias

Menos resíduos industriais, mais materiais multifuncionais

Menos resíduos industriais, mais materiais multifuncionais

Menos resíduos industriais, mais materiais multifuncionais

Descubra o propósito do projeto AutoEcoMat, desenvolvido em parceria entre a Fibrenamics - Universidade do Minho e a Borgstena

O projeto AutoEcoMat teve como objetivo o desenvolvimento de materiais ecológicos multifuncionais para componentes de veículos a partir da reciclagem e valorização de resíduos industriais. Esta abordagem, demonstra, por isso, uma clara aposta, por parte da Borgstena e da Fibrenamics, no modelo de economia circular, em detrimento da tradicional economia linear.

De forma mais detalhada, esta inovação assentou no desenvolvimento de duas linhas de produto, nomeadamente a linha ‘basic’ e a linha ‘select’. A primeira, focou-se na reutilização e incorporação de resíduos de poliéster e poliuretano, enquanto a segunda, a linha ‘select’, procurou fazer um upgrade à linha anterior por meio da adição de propriedades complementares ao nível mecânico e/ou térmico através da incorporação de micro e nano materiais, o que permitiu promover o aumento do seu valor acrescentado.

Como resultado, esta inovação permitiu, primeiramente, produzir protótipos com uma incorporação máxima de 60% dos resíduos industriais (0,5-1,5% de CNT’s e 10-30% de PCMs). Permitiu, simultaneamente, aplicar os produtos desenvolvidos na concepção de componentes para interiores de automóveis, como bancos, pilares e overheads, bem como, através da adição de CNT’s aos resíduos fibrosos de poliéster (PET), foi também possível produzir filamentos mais resistentes do que os obtidos a partir de PET virgem. Por fim, este projeto foi ainda capaz de desenvolver placas termoformáveis, obtidas através da adição de PCM’s a resíduos fibrosos de PET laminados com espuma PU, placas estas que apresentam uma capacidade de gestão da temperatura ambiente podendo, futuramente, ser aplicadas também no setor automóvel, como seria o caso, em jeito de exemplo, dos painéis de porta.

Artigos Relacionados

Fibrenamics e Fundação Mirpuri lançam garrafa biodegradável à base de algas

01 jun 2021Notícias

Fibrenamics e Fundação Mirpuri lançam garrafa biodegradável à base de algas

Projeto pioneiro da Fundação Mirpuri em colaboração com a Fibrenamics - Universidade do Minho levou ao desenvolvimento de um material para embalagens 100% biodegradável e de degradação rápida.

Ler mais
"Desejamos muito Sucesso à Fibrenamics" - ERT

10 dez 2021Notícias

"Desejamos muito Sucesso à Fibrenamics" - ERT

Veja a entrevista concebida por Rui Amorim, Diretor Comercial da ERT, na Gala 10 Anos Fibrenamics.

Ler mais

Cookies

A Fibrenamics utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. A continuação da utilização deste website e serviços pressupõe a aceitação da utilização de cookies. Política de cookies.