Novidades
Biblioteca
Mensagens
Fórum
Membros
Projeto BCR está pronto para ser industrializado

31 mar 2015 Notícias

Projeto BCR está pronto para ser industrializado

Projeto BCR está pronto para ser industrializado

Projeto BCR está pronto para ser industrializado

Decorreu na sexta-feira, na FNAC Café do Braga Parque, a 3ª sessão das Tertúlias Fibrenamics, que têm como mote os ‘Produtos Inovadores com Fibra’. Neste evento o foco foi no projeto BCR – Braided Composite Rod (Varões Compósitos Entrançados), e contou com a presença do investigador responsável, Fernando Cunha, e com um administrador do grupo Abel Ribeiro da Silva (ARS) SGPS, José Manuel Almeida.

Perante uma plateia repleta, o empresário começou por afirmar que não se pode “ignorar o esforço que as Universidades estão a fazer no plano tecnológico”. Fernando Cunha explicou que o projeto BCR foi muito maturado no seio da Fibrenamics, e que “todas as inovações devem ter em conta as oportunidades de mercado”. Explicando um pouco mais sobre o projeto, o investigador contou que se detetou uma oportunidade no ramo da construção, dadas as limitações do aço, como, por exemplo, a corrosão. O material que a Fibrenamics desenvolveu é mais resistente e quatro vezes mais leve, o que, entre outras vantagens, facilita a exportação. José Manuel Almeida reconheceu que a “segurança e a longevidade são importantes”, e que “um engenheiro vai sempre preferir um material mais leve”. O representante do grupo ARS disse ainda que, tal como quando o alumínio surgiu no sector automóvel, os distribuidores de aço consideravam “quase uma heresia” falar de alumínio, os materiais compósitos também passaram por essa fase, mas que hoje em dia já não se pode “ignorar a excelência das fibras”.

Cookies

A Fibrenamics utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. A continuação da utilização deste website e serviços pressupõe a aceitação da utilização de cookies. Política de cookies.