Novidades
Biblioteca
Mensagens
Fórum
Membros

25 jul 2020 - 25 set 2020 Technology

Sonix

Produção de equipamentos de proteção individual destinados a combater a pandemia da COVID-19, nomeadamente: máscaras (cirúrgicas e sociais); batas; fatos

A ameaça emergente das doenças infeciosas tem reforçado a importância da necessidade de equipamentos de proteção individual (EPI) eficientes, para proteger não só os profissionais de saúde, mas também os pacientes e visitantes.
Segundo o Plano Nacional de Preparação e Resposta para a doença pelo novo coronavírus (COVID-19) da Direção Geral de Saúde (DGS), um EPI define-se como um conjunto de barreiras protetoras, usadas com o objetivo de proteger as mucosas, pele e roupa, do contacto com agentes infeciosos, podendo incluir luvas, máscaras, respiradores, óculos, viseiras, toucas, aventais, batas, proteção de calçado ou outros que se considerem necessários.
O uso adequado de EPI, visa proteger não só o profissional de saúde, mas também o doente, do contacto com agentes transmissíveis sendo da responsabilidade de cada profissional escolher e adequar o mesmo a cada situação. Neste caso em particular, verifica-se que pelas características do vírus, as consequências patológicas são mais gravosas em idosos, cerca de 91% dos óbitos ocorridos em Portugal tinham idade igual ou superior a 70 anos, sendo que 1/3 destes óbitos ocorreram em lares. Neste sentido, é importante proteger os profissionais de saúde que lidam diariamente com o vírus, para que estes, não sejam agentes ativos para a transmissão do mesmo.
Verifica-se ainda que parte das proteções que são utilizados nos EPI são fabricados em materiais descartáveis e com uma forte dependência dos mercados externos, especialmente, da Ásia.

Objetivos
Desenvolver EPIs que possam ser reutilizáveis contribuindo, por um lado, para a diminuição desta dependência e por outro lado, para a diminuição da poluição ambiental. As soluções existentes atuam apenas como barreiras físicas à penetração do vírus, sendo que o nível de conhecimento atual oferece já um conjunto de soluções que sejam ativas, ou seja, com capacidade de atuar sobre os microrganismos através da incorporação de agentes de funcionalização.
O projeto tem como objetivo o desenvolvimento de uma nova geração de EPI reutilizáveis (Batas, coverall’s, cogulas, toucas, perneiras, protetores de sapatos, manguitos e máscaras) para utilização em contexto profissional (lares, bombeiros, entre outros).

Inovação
Os têxteis reutilizáveis apresentam inúmeras vantagens societais desde a vertente ambiental, saúde pública e também nas propriedades físicas e desempenho.
Considerando o princípio da geração de resíduos, são variados os estudos que comprovam a ineficiência dos produtos descartáveis. Um estudo levado a cabo pela empresa Teknik Energy & Enviroment apresentou dados sobre o impacto das batas cirúrgicas, sendo assinalável no final do estudo o menor impacto provocado pelos materiais reutilizáveis.
Em termos de propriedades físicas e de desempenho é conveniente ressalvar que além dos materiais reutilizáveis poderem ser reciclados, apresentam menor libertação de partículas durante o tempo de vida e são também mais confortáveis para o utilizador (em forma e termofisiologia).

Resultados
A utilização de EPI em ambiente hospitalar e situações similares é fundamental para proteção das áreas corporais expostas a agentes infeciosos. No caso dos profissionais de saúde, é verificável que estes se encontram regularmente em contacto com agentes indesejados – roupas, sangue, fluídos corporais ou secreções – sendo o uso de EPI fundamental na estratégia geral para controlo de agentes infeciosos. No projeto Sonix os EPI desenvolvidos apresentam benefícios reais para este controlo:
• Aplicação de têxteis cirúrgicos reutilizáveis com nível de proteção adicional para combater o desgaste associado a materiais reutilizáveis.
• Resistência mecânica superior aos requisitos da norma EN 13795 (resistência à tração).
• Conformidade com a diretiva de dispositivos médicos da União Europeia.
• Conforto e respirabilidade.
• Garantia de “efeito barreira” para redução da transferência de agentes de e para o utilizador.
• Redução do impacto ambiental e de custos face aos EPI descartáveis.
• Menor libertação de partículas durante os períodos de utilização e maior homogeneidade, fundamental na resistência à penetração de líquidos.

Ficha Técnica
O projeto POCI-02-08B9-FEDER-071806 foi promovido pela empresa Malhas Sonix S.A.

Projetos Relacionados

01 set 2013 - 30 jun 2015 Technology

NARROWTECH

Tecidos estreitos multifuncionais.

Ler mais

01 jun 2020 - 30 abr 2021 Technology

Waste_Covid_Dispenser

Desenvolvimento de um dispensador reutilizável de soluções desinfetantes e hidratantes, a partir de resíduos de EPI´s hospitalares

Ler mais

Cookies

A Fibrenamics utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. A continuação da utilização deste website e serviços pressupõe a aceitação da utilização de cookies. Política de cookies.